AMETRAMO EM NAMPULA

AMETRAMO EM NAMPULA

Médicos tradicionais capacitados na prevenção e combate as doenças contagiosas

Um total de 179 praticantes da medicina tradicional beneficiaram recentemente de uma formação em prevenção e combate a SARS COV-2 através da Direcção Provincial de Saúde em Nampula.

Para além desta pandemia aquele grupo de médicos tradicionais beneficiou igualmente de outra formação sobre temas ligados com a malária, tuberculose e o HIV-SIDA.

No que toca ao Coronavírus, o Director Provincial da Saúde, em Nampula, Fernando Mitano, disse que a formação promovida por sua instituição visa dotar o grupo alvo de ferramentas sólidas sobre esta doença, de modo que os médicos tradicionais possam identificar sintomas da covid-19, para em seguida encaminhar os pacientes aos centros de saúde.

Como prova disso, num passado recente cerca de nove mil doentes que manifestavam sintomas de doenças em referência foram conduzidas aos centros de saúde pelos médicos tradicionais, por reconhecerem que tais enfermidades não eram da sua alçada, mas sim, da medicina convencional.

O director reconhece o contributo que os médicos tradicionais têm empreendido para a redução do Coronavírus neste quadrante do país.

Mitano impressionou-se pela positiva pelo facto da sua instituição ter uma boa colaboração com a Associaçao dos Médicos Tradicionais de Moçambique -AMETRAMO.

Aquele responsável reafirmou o seu compromisso em continuar a trabalhar em estreita ligação com a AMETRAMO no sentido de combater a várias patologias que apoquentam não só a população desta que é a província mais populosa de Moçambique, como também do país em geral.

O Director Provincial da Saúde em Nampula, falava no decurso de uma conferência de imprensa que tinha como objectivo debruçar-se sobre a semana da medicina tradicional Africana, cuja efeméride celebra-se no dia 31 de Agosto de cada ano.

(Júlio Assane)

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *