A seca, a desertificação e o plantio de árvores

A seca, a desertificação e o plantio de árvores

Por Éden Sansão Mucache

Não há dúvida que nestes últimos anos o clima está a mudar:as estações não são as mesmas do passado e as chuvas não respeitam ninguém… O activista ambiental,Dr. Eden Sansão Muchave da Associação Moçambicana para a Saúde e Ambiente,vai-nos ajudar a entender estas mudançase a tomar iniciativas positivas.

Uma estiagem, também é conhecida vulgarmente como período de seca e é uma catástrofe natural com propriedades bem características e distintas das demais.

Afinal o que é estiagem ou seca?

O termo “seca” refere-se ao tempo seco de longa duração. Durante a seca, a água disponível encontra-se abaixo dos parâmetros habituais de uma determinada região geográfica; por conseguinte, a água não é suficiente para satisfazer as necessidades dos seres humanos, os animais e as plantas. A causa mais habitual da seca é a falta de chuvas. Quando não chove durante períodos muito prolongados, surge a seca meteorológica e, se esta se mantiver, resulta numa seca hidrológica.

O que causa a seca?

Entre as várias causas, encontra-se:

O incorrecto ordenamento do território;Insuficientes infraestruturas de armazenamento de água;Uma sobre utilização das reservas hídricas subterrâneas; Uma gestão incorrecta do consumo de água;O desmatamento do território, sem controlo.

Como podemos prevenir a seca?

Os consumidores têmde reduzir o desperdício e utilizar menos água. Controle de ervas daninhas, uma vez que aceleram a perda de água pela transpiração. Utilização de cobertura morta, como palha, casca de arroz e serragem, bem como à incorporação ao solo, dos restos culturais anteriores, diminuindo o efeito da evaporação e conservando a humidade natural do solo. Adopção da técnica de plantio directo, reduzindo em aproximadamente 30% a perda de humidade. Iniciar a restauração de florestas: as árvores evitam o assoreamento de rios e represas e regulam o clima. Reflorestar é urgente, e o resultado é muito rápido.

A desertificação e o plantio de árvores

O problema da desertificação passou a despertar o interesse da comunidade científica há 80 anos, contudo somente nos últimos dez anos passou a ser destacado como um sério problema ambiental, devido ao seu impacto social e económico, uma vez que o processo ocorre de forma mais acentuada em áreas correspondentes aos países subdesenvolvidos.

O que é desertificação?

A desertificação é um fenómeno de degradação dos solos e de áreas agrícolas que afecta centenas de milhares de pessoas em todo o mundo, uma vez que o seu resultado é a perda total ou parcial de regiões agricultáveis, prejudicando as práticas económicas. Esse processo pode ser uma ocorrência tanto de ordem natural muito embora a sua intensificação se deva exclusivamente ao exaustivo uso dos solos pelo ser humano.

Quais são as causas da desertificação?

As causas da desertificação pelas actividades humanas estão, sobretudo, relacionadas ao empobrecimento dos solos realizado pelas actividades económicas. O desmatamento é o principal vilão, pois deixa a terra exposta às intempéries climáticas e diminui a retenção de água e nutrientes. Além disso, o uso intensificado do solo em áreas agrícolas, o esgotamento de rios e demais recursos hídricos e até a actividade da mineração também estão na lista de acções que levam à expansão desse problema ao longo do espaço geográfico.

De maneira geral, como causas da desertificação podem ser apontadas: sobre uso ou uso inapropriado da terra (monoculturas comerciais como a cana-de-açúcar, soja, trigo, milho); desmatamento;utilização de técnicas agropecuárias impróprias; queimadas; uso excessivo de agrotóxicos; poluição ambiental.

Como combater a desertificação?

Para combater e evitar a expansão da desertificação, a medida mais eficaz é preservar as áreas verdes, evitar queimadas, plantar árvores e praticar o reflorestamento em zonas devastadas.

Então: Vamos plantar mais árvores?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

shares