Mendigos Voltam Assaltar Ruas Da Cidade De Nampula

Mendigos Voltam Assaltar Ruas Da Cidade De Nampula

Por Júlio Assane

O êxodo rural continua a ser o responsável pela mendicidade nas artérias e ruas da cidade de Nampula.

Grande parte destes cidadãos são provenientes das zonas rurais, um pouco por toda a província de Nampula, como forma de procurar melhores condições de vida, e como a sorte de emprego ainda não lhes bateu a porta.

O cenário que se vive na cidade de Nampula é deveras preocupante, tudo porque, crianças, jovens e adultos saem a rua para conseguir um prato de comida para alimentar os seus familiares que com ansiedade em suas casas esperam que lhes seja recheado de pratos de manjares suculentos.

Muitos destes cidadãos que praticam a mendicidade nas ruas da cidade de Nampula, são pessoas que por falta de recursos financeiros para terminar o seus estudos e emprego sentem-se na obrigação desta prática como forma de satisfazer o seu organismo.

Alguns dos nossos entrevistados explicaram que pedir esmola é melhor do que sentar em casa e esperar que a sorte lhes bata a porta.

Dos que se fazem a rua da cidade de Nampula, são pessoas de todas faixas etárias, que ficam aglomeradas no mesmo sítio e sem o mínimo de observância das medidas de prevenção a covid-19 e sob todos os riscos de contaminação daqui decorrente, numa altura em que Moçambique já ultrapassou a barreira de 12 mil infecções.

Recorde-se que o Instituto Nacional da Acção Social (INAS) criou em diversos postos administrativos da cidade capital do norte de Moçambique um Centro de apoio a velhice e não só, onde os idosos recebem mensalmente um valor de 1500 meticais para realizar as suas actividades.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

shares