Baptizados e enviados em Missão

Baptizados e enviados em Missão

Por Pe Fonseca Kwiriwi

Ao celebrarmos o Baptismo de Jesus Cristo, a liturgia da Palavra nos apresenta a riqueza dessa solenidade e seu sentido teológico-pastoral.

Por que Jesus foi receber o Baptismo se Ele não era pecador?

O Baptismo de João era de penitência e perdão dos pecados. Os judeus aproximavam João Baptista para confessarem seus pecados. Eles voltavam às suas casas purificadose seus pecados perdoados.

Para a surpresa de João Baptista, recebe no rio, seu primo Jesus que o pede para ser baptizado.

Existe uma resistência da parte de João mas Jesus insiste em ser baptizado. A surpresa será maior ainda durante e após o Baptismo. Vamos por isso aprender o sentido do baptismo que celebramos neste domingo.

*1. Baptismo de Jesus:

Como Deus, Jesus recebe o Baptismo para inaugurar um novo baptismo no qual todo aquele que for baptizado será renovado: homem novo.
Deus revela sua relação com seu Filho: “Ele é o meu Filho muito amado”. Ele deve ser recebido e amado. Deve ser seguido e acolhido porque é também Deus.

Como Homem, Jesus deve ser baptizado para receber o Espírito Santo, o dom de Deus. Para a sua missão do anúncio da Boa Nova, Ele deve ser baptizado com água e Espírito Santo dando um novo sentido ao Baptismo dos membros da Nova comunidade que nasce em Cristo.

*2. Baptismo da Igreja
O Baptismo é o primeiro sacramento de iniciação cristã. Após uma caminhada catecumenal que implica a conversão total, mudança de vida e novo propósito de caminhada, a pessoa é baptizada.

Morrer com Cristo e ressuscitar com Ele. Morrer do pecado e ganhar uma vida nova em Cristo. Ser um novo membro da comunidade daqueles que foram renovados em Cristo e vivem os princípios cristãos. Eles formam um só corpo, uma só alma. Tudo têm em comum. Não há necessitado porque partilham seus dons.

A Igreja baptiza as crianças a pedido dos pais que assumem a responsabilidade de educar a prole na fé cristã. Os pais que serão os primeiros catequistas ensinam a doutrina na qual acreditam. Por isso nenhum pai , nenhuma mãe deve baptizar sua criança se não acredita no Baptismo, se não participa da comunidade e se não terá tempo de instruir os filhos segundo o Evangelho.

*3. Sentido teológico-pastoral

O Baptismo de Jesus Cristo abre novo caminho da salvação. No Baptismo, temos três dimensões que todos temos que saber e viver:

*3.1. Filiação divina

O baptizado é filho adoptivo em Jesus Cristo. Ele participa da filiação que só Jesus gozava. Uma nova fase junto com o Pai que acolhe o baptizado em Cristo. Por isso o Baptismo de Jesus tem esse poder.

*3.2. Purificação do pecado original.*

O baptizado é purificado do pecado original vindo de Adão e Eva. Após o Baptismo, o neófito goza da Graça de Deus. Está repleto do Espírito Santo.

3.3. Membro da Igreja

Todo baptizado é por excelência membro da Igreja. Ele vive todo direito e exigência eclesiais. Ou seja, assume uma vida de Cristo e em Cristo. Ele é testemunha da Boa Nova. Ele participa do projecto salvífico de Jesus Cristo. Portanto não há cristão de primeiro nem de último grau.

Somos baptizados e enviados à missão. Jesus envia seus discípulos com o seguinte mandato: “Ide e fazei meus discípulos todos os povos, baptizando-os em Nome do Pai e do Filho e do Espírito Santo.

Esse compromisso é para todos os cristãos e tem um significado profundo não só pela da universalidade mas também de inclusão que o Baptismo tem pois todos são baptizados em Cristo.

Quem acreditar em Jesus e pedir o Baptismo deve ser baptizado.
Atenção! Não se trata de distribuir de qualquer maneira o sacramento.
Quem acredita, quer dizer, deve ser submetido na catequese, mostrar-se firme que irá viver seu Baptismo. A comunidade deve acompanhar os candidatos até ao Baptismo e os inserir na comunidade com todas exigências.

Os candidatos ao Baptismo devem ter seus padrinhos e madrinhas que são seus pais na fé.
A Igreja desencoraja quem escolhe padrinho ou madrinha por motivos materiais e familiares. A comunidade deve tambem instruir aos candidatos ao Baptismo para que escolham uma pessoa de boa reputação na Igreja e na Sociedade, que vive sua vida cristã.

No Baptismo de Jesus renovamos nossos compromissos baptismais para que animados continuemos testemunhas do Evangelho e tenhamos coragem de ir ao encontro daqueles que precisam de Cristo.

Somos baptizados e enviados para sermos novos “cristos”, os ungidos do Senhor.Deus abençoe a ti e renove cada dia seu Baptismo.

One thought on “Baptizados e enviados em Missão”

  1. Adamo Ali Júnior diz:

    Jesus foi receber o baptismo uma vez que não era pecador, para melhor se integrar na humanidade pecadora que Ele veio salvar.
    Neste baptismo, Jesus é ungido pelo Espírito Santo: Ele recebe deste modo a missão de proclamar a Boa Nova do Reino de Deus. É o Espírito Santo que dá a Jesus o impulso para dar início à Missão que veio cumprir no mundo (Lc 4,1)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

shares