TERCEIRO DOMINGO DA QUARESMA

TERCEIRO DOMINGO DA QUARESMA

LITURGIA DA PALAVRA

PRIMEIRA LEITURA: Ex 20, 1-17

«A lei foi dada por Moisés» (Jo 1, 17)

Leitura do Livro do Êxodo
Naqueles dias, Deus pronunciou todas estas palavras: «Eu sou o Senhor teu Deus, que te tirei da terra do Egipto, dessa casa de escravidão. Não terás outros deuses perante Mim. Não farás para ti qualquer imagem esculpida, nem figura do que existe lá no alto dos céus ou cá em baixo na terra ou nas águas debaixo da terra. Não adorarás outros deuses nem lhes prestarás culto. Eu, o Senhor teu Deus, sou um Deus cioso: castigo a ofensa dos pais nos filhos até à terceira e quarta geração daqueles que Me ofendem; mas uso de misericórdia até à milésima geração para com aqueles que Me amam e guardam os meus mandamentos. Não invocarás em vão o nome do Senhor teu Deus, porque o Senhor não deixa sem castigo aquele que invoca o seu nome em vão. Lembrar-te-ás do dia de sábado, para o santificares. Durante seis dias trabalharás e levarás a cabo todas as tuas tarefas. Mas o sétimo dia é o sábado do Senhor teu Deus. Não farás nenhum trabalho, nem tu, nem o teu filho, nem a tua filha, nem o teu servo nem a tua serva, nem os teus animais domésticos, nem o estrangeiro que vive na tua cidade. Porque em seis dias o Senhor fez o céu, a terra, o mar e tudo o que eles contêm; mas no sétimo dia descansou. Por isso, o Senhor abençoou e consagrou o dia de sábado. Honra pai e mãe, a fim de prolongares os teus dias na terra que o Senhor teu Deus te vai dar. Não matarás. Não cometerás adultério. Não furtarás. Não levantarás falso testemunho contra o teu próximo. Não cobiçarás a casa do teu próximo; não desejarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo nem a sua serva, o seu boi ou o seu jumento, nem coisa alguma que lhe pertença».

Palavra do Senhor.

SALMO RESPONSORIAL
Salmo 18 (19), 8.9.10.11 (R. Jo 6, 68 c)

Refrão: Senhor, Vós tendes palavras de vida eterna . Repete-se

A lei do Senhor é perfeita,
ela reconforta a alma;
as ordens do Senhor são firmes,
dão sabedoria aos simples. Refrão

Os preceitos do Senhor são rectos
e alegram o coração;
os mandamentos do Senhor são claros
e iluminam os olhos. Refrão

O temor do Senhor é puro
e permanece para sempre;
os juízos do Senhor são verdadeiros,
todos eles são rectos. Refrão

São mais preciosos que o ouro,
o ouro mais fino;
são mais doces que o mel,
o puro mel dos favos. Refrão

 

SEGUNDA LEITURA: 1 Cor 1, 22-25

«Nós pregamos Cristo crucificado, escândalo para os homens, mas sabedoria de Deus para os que são chamados»

Leitura da Primeira Epístola do apóstolo S. Paulo aos Coríntios

Irmãos: Os judeus pedem milagres e os gregos procuram a sabedoria. Quanto a nós, pregamos Cristo cruficado, escândalo para os judeus e loucura para os gentios; mas para aqueles que são chamados, tanto judeus como gregos, Cristo é poder e sabedoria de Deus. Pois o que é loucura de Deus é mais sábio do que os homens e o que é fraqueza de Deus é mais forte do que os homens.

Palavra do Senhor.

ACLAMAÇÃO AO EVANGELHO: Jo 3, 16

Refrão: Louvor a Vós, Jesus Cristo,
Rei da eterna glória. Repete-se

Deus amou tanto o mundo
que lhe deu o seu Filho Unigénito;
quem acredita n’Ele tem a vida eterna. Refrão

 

EVANGELHO: Jo 2, 13-25

«Destruí este templo e em três dias o levantarei»

Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São João

Estava próxima a Páscoa dos judeus e Jesus subiu a Jerusalém. Encontrou no templo os vendedores de bois, de ovelhas e de pombas e os cambistas sentados às bancas. Fez então um chicote de cordas e expulsou-os a todos do templo, com as ovelhas e os bois; deitou por terra o dinheiro dos cambistas e derrubou-lhes as mesas; e disse aos que vendiam pombas: «Tirai tudo isto daqui; não façais da casa de meu Pai casa de comércio». Os discípulos recordaram-se do que estava escrito: «Devora-me o zelo pela tua casa». Então os judeus tomaram a palavra e perguntaram-Lhe: «Que sinal nos dás de que podes proceder deste modo?». Jesus respondeu-lhes: «Destruí este templo e em três dias o levantarei». Disseram os judeus: «Foram precisos quarenta e seis anos para se construir este templo e Tu vais levantá-lo em três dias?». Jesus, porém, falava do templo do seu corpo. Por isso, quando Ele ressuscitou dos mortos, os discípulos lembraram-se do que tinha dito e acreditaram na Escritura e na palavra de Jesus. Enquanto Jesus permaneceu em Jerusalém pela festa da Páscoa, muitos, ao verem os milagres que fazia, acreditaram no seu nome. Mas Jesus não se fiava deles, porque os conhecia a todos e não precisava de que Lhe dessem informações sobre ninguém: Ele bem sabia o que há no homem.

Palavra da salvação.

REFLEXÃO DA PALAVRA DE DEUS
Tema: A gratuitidade do Amor de Deus

Algumas vezes, como pessoas humanas, pensamos que podemos comprar o amor e a misericórdia de Deus com nosso esforço, sacrifício, dinheiro e tempo.

Somos invadidos, senão sempre, pela amnésia teológico espiritual e não nos damos conta o que Jesus disse: “não quero sacrifício mas misericórdia”.

Neste terceiro domingo da Quaresma, somos surpreendidos pela atitude zelosa de Jesus, mas que também pode ser uma agressividade nos nossos olhos.

Na verdade, é hábito humano, julgarmos,perseguirmos até matarmos todos os que não concordam com as práticas desumanas ou que matam, excluem e exploram os pobres. Jesustambém não foi compreendido.

No Templo de Deus, lugar sagrado tornou-se, lugar de ladrões, de práticas contra a fé, convivência e fraternidade.

Tem um grupo liderado por sacerdotes que vendem a graça de Deus e outro grupo que explora os pobres e outro ainda que tenta comprar a bênção de Deus.

Jesus percebe que há fuga da objectividade do Templo: ser lugar de encontro entre Deus e a pessoa humana, entre o sagrado e o humano.

O TEMPLO já é lugar de enriquecimento ilícito, à custa do pobre. Por isso, Jesus vendo isso, vai agir com muito zelo anunciando o único propósito do Templo: lugar de oração.
A Casa do Pai é casa da fraternidade.

Nos nossos dias, sacerdotes e pastores usam a casa de Deus para seus interesses e perdem o foco: ser a Casa de Deus e de todos irmãos.

Muitos cristãos vão em busca de Deus para comprarem a Sua Graça, a cura e o Bem. Muitos fazem coisas que mostra que a relação com Deus é de freguesia. Faço o bem e Deus vai presentear-me. Falo bem de Deus, já obtenho a Graça.
Atenção! o Amor de Deus é gratuito. No entanto, cabe a pessoa humana perceber que Deus quer nossa conversão, a mudança de vida e de paradigmas.
Já está na hora de tornar a Casa de Deus lugar do sagrado que está aproximando o humano.

O Templo de Deus são as nossas vidas que devem se tornar de Lugar do Espírito Santo.
O coração da pessoa humana deve estar sempre aberto para a renovação interior.
Para que de facto haja renovação sugiro alguns passos:
1. Desapego material.
2. Inclusão comunitária.
3. Contemplar os pobres nas nossas vidas.
4. Deixar entrar Deus na nossa vida.

*Oração pessoal*

Senhor, venha ao meu encontro mas antes abra o meu coração para que seja lugar de encontro entre Ti, Pai e esta criatura pecadora.

Que meus bens sejam partilhados e não motivo de escândalo.
Que nesta caminhada quaresmal, eu consiga viver a Penitência cristã e celebre na Páscoa da Ressurreição como uma pessoa renovada. Amen.

Servo inútil, Pe. Fonseca Kwiriwi, CP.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

shares