Há necessidade de criação de técnicas de aprendizagem da língua portuguesa nos estabelecimentos de ensino público e privado

Há necessidade de criação de técnicas de aprendizagem da língua portuguesa nos estabelecimentos de ensino público e privado

Para melhor aprendizado da língua portuguesa é preciso que se crie técnicas específicas nos estabelecimentos de ensino público e privado.

Quem defende assim é o académico João Nansebo e a locutora da Rádio Moçambique, Delfina Cabral, que falavam por ocasião do dia Internacional da Língua Portuguesa, assinalado a 5 de Maio último.

Na voz do docente João Nancebo, há muitos desafios no seio dos pais e encarregado de educação no sentido de motivar os seus filhos a se familiarizarem com a gramática portuguesa.

Nansebo reconhece a existência de grandes desafios de ordem cultural e disse esperar dos membros da CPLP que consciencialização dos falantes da língua, visto tratar-se de um dos meios mais importantes para comunicação.

Por seu turno, Delfina Cabral disse que não se justifica que com o nível de literatura que Moçambique despõe ainda existam pessoas que gostam de abreviar erradamente as palavras, criando deficiência na língua.

Delfina insta às pessoas a cultivar a leitura para além de criar o hábito de escutar a Rádio, porque, segundo ela, estas duas formas facilitam no aprendizado da língua portuguesa.

Em 05 de Maio é comemorado o Dia Internacional da Língua Portuguesa e da Cultura na CPLP, no seio dos países chamados lusófonos, nomeadamente: Brasil Portugal, Angola, Cabo verde, Guine- Bissau, São Tome e Príncipe, Timor-Leste e Moçambique.

Por Lídia Chacate e Hélio Albano

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

shares