DECLARAÇÃO DE ANCHILO

DECLARAÇÃO DE ANCHILO

O grupo de trabalho de “Filosofia Intercultural e Inter-religiosa”, reunido no âmbito do “Simpósio de Diálogo Inter-Religioso” na cidade de Nampula, nos dias 2 e 3 de Setembro, nas instalações do Centro Cultural da UniRovuma e em Anchilo no dia 4 de Setembro, nas instalações do Centro Catequético Paulo VI de Anchilo, declara ter alcançado com sucesso, o compromisso de implementar os resultados alcançados em todos os debates nas várias esferas da sociedade moçambicana.

Tais resultados se resumem no estabelecimento de plataformas educacionais e de difusão e acesso de informações e conteúdos visando alcançar uma convivência inter e multi religiosa em que o conhecimento mútuo entre todas as confissões religiosas seja a base para o respeito e a tolerância. Para alcançar tal feito, o grupo de trabalho e organizações parceiras assumiram determinados compromissos, a saber:

 

  1. O MASC em parceria com Instituições religiosas de âmbito local e nacional se responsabilizam na produção de materiais didáticos para as madrassas e escolas catequéticas e afins;
  2. A Universidade Rovuma assumiu a responsabilidade de abrir espaço para acolher e ministrar cursos de formação de formadores em matéria de educação religiosa;
  3. O Ministério da Justiça, Assuntos Constitucionais e Religiosos comprometeu-se a levar a discussão e os resultados alcançados ao fórum governamental;
  4. O grupo de trabalho de “Filosofia Intercultural e Inter-Religiosa” comprometeu-se a continuar com o seu trabalho fazendo mais e melhor visando expandir-se para outras províncias do país e ao mesmo tempo atraindo mais crentes de todas as confissões religiosas e participantes dentro da academia e sociedade civil;
  5. A Televisão de Moçambique (TVM) e a Rádio Moçambique (RM) assumiram o compromisso de abrir espaços nas suas grelhas de programações para acolher programas que discutam e divulguem informações e conhecimentos sobre as várias religiões e sobre a convivência pacífica entre os seus crentes,
  6. Os grupos de trabalho das três províncias comprometem-se a levar as discussões assim como os resultados alcançados aos distritos de suas respectivas províncias, por exemplo:
  • Cabo Delgado que tem brochuras educativas e informativas já elaboradas, comprometeu-se em usar da sua experiência e levar essas informações às comunidades:
  • Niassa-Cuamba que tem os manuais curriculares para as madrassas já elaborados, comprometeu-se a partilhar com os demais e está aberta a outras experiências;
  • Nampula, através do Padre Mássimo do Centro Catequético Paulo VI assumiu a vontade de hospedar os cursos de formação de Professores e líderes religiosos numa perspectiva inter-religiosa e intercultural.
  1. Os três grupos provinciais assumiram a responsabilidade de elaborar brochuras com citações sobre PAZ extraídas das escrituras sagradas (Qur’an, Bíblia e outras). Tais citações serão também integradas nos manuais de ensino religioso.
  2. Para a elaboração de manual sobre o “Mínimo Ético”, voluntariaram-se o Padre Eduardo (Pemba), o Sheikh Omar (Niassa) e o Sheikh Jamal (Nampula), com o compromisso de assegurar o início dos trabalhos com a maior brevidade:
  3. O IESE, o MASC, a UniRovuma, e o CPS, comprometera-se a colaborar para estender de diferentes maneiras, o movimento do diálogo inter-religioso e intercultural para as províncias do centro e sul do país assim como em promover a convivência na diferença.

Anchilo, 04 de Setembro de 2022

 

Declaração de Anchilo_220912_080041

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *