Mudanças climáticas: Cerca de 29 mil pessoas foram atingidas em Moçambique

Mudanças climáticas: Cerca de 29 mil pessoas foram atingidas em Moçambique

Perto de 29 mil pessoas foram atingidas pelos eventos climáticos, em todo o país, durante a época chuvosa e ciclônica 2023-2024, segundo Primeiro-ministro citado pelo O País.

Na mesma época, o Governo destaca a morte de 115 pessoas, 215 feridos, cerca de 500 escolas destruídas total ou parcialmente.

Moçambique têm uma população maioritariamente rural cuja sobrevivência depende fundamentalmente da agricultura. A prática agrícola e a segurança alimentar da população são afectadas por muitos problemas ligados a mudanças climáticas com repercussões directas advindas da seca, cheias, ciclones e agravadas pela presença da epidemia do HIV/SIDA.

Estes constrangimentos contribuem para um ineficiente desempenho dos sectores económicos e resultam no agravamento da qualidade de vida das populações que a prior vivem no limiar da pobreza.

Uma avaliação e definição de estratégias para diminuição de riscos advindos de mudanças climáticas para o caso de Moçambique, deve cobrir períodos de curto e médio prazo dada a fragilidade dos recursos disponíveis da população.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *